Guias e Dicas de Viagem

Vais viajar? Estás preocupado se tens que cambiar moeda antes na app? Ou se vais pagar alguma coisa para levantar dinheiro? Sem stress, o Revolut é o teu melhor amigo – adere já!

Revolut Portugal - banner - 1 milhão de clientes - adere já e pede o teu cartão Revolut

Nesta página “concentramos” os guias e dicas de viagem que temos disponíveis aqui no nosso website. Assim poderás preparar melhor a tua viagem e não teres qualquer receio de usar o teu cartão Revolut seja onde for!

Actualização: 17/Janeiro/2024.

Seja qual for o teu destino – cidade, praia, cultural, exótico – o Revolut é o teu melhor amigo nas viagens, seja dentro ou fora da Europa! Clica aqui para saber mais!

Queres contribuir? Faz um post no nosso grupo do Facebook para ser “linkado” para a nossa página “Revolut pelo Mundo” ou quem sabe até podemos converter para um guia aqui para o blog (com a autoria para ti claro!, e para a tua página de Facebook, Instagram, etc)

 
Amazon Affiliate

🎁Bónus! Aqui estão os guias e dicas de viagem que já preparamos para os utilizadores Revolut:

E aqui encontras as nossas principais dicas de viagem:

1 – Pesquisar

  1. Começa por pesquisar no nosso grupo de Facebook por posts e comentários sobre o teu destino. O importante a reter é que podes usar Revolut em qualquer sítio (do mundo) onde aceitem cartões Visa/MasterCard como meio de pagamento. Consulta este post para uma lista de sítios onde membros do grupo já foram e vê como podes pesquisar para feedback, dicas e conselhos – garantimos que irás ficar surpreendido 😮 com a quantidade de informação que vais encontrar no grupo e com a comunidade que te irá certamente dar algumas dicas bem importantes se comentares nos posts que já existem. 🙏E, claro, por favor, no final da tua viagem, deixa também o teu feedback, qual foi a tua experiência, seja ela positiva ou negativa. É sempre bom ter novos posts, mais actuais, nem que aches que “apenas” vão reconfirmar o que alguns já sabem!

2 – Segurança

  1. Se possível, nunca levantar dinheiro nas ATM (“máquinas multibanco”) que estão na rua. Tenta levantar SEMPRE em máquinas instaladas em bancos, e em horário de funcionamento, pois caso aconteça algo ao cartão (por exemplo, a máquina “engolir” o cartão), podes sempre falar com alguém e recuperar o cartão. Nota: se tens um cartão Metal, cuidado, há algum tendência em ficar retido nas ATM’s, por isso, opta sempre por levantar com outro dos teus cartões Revolut (de plástico). Se não tens mais nenhum, pede, com Metal não pagas nada! Nunca deves perder o teu cartão de vista, não o entregues a ninguém para fazer o pagamento por ti.

3 – Pagar para levantar dinheiro? 😮 Como assim?!

  1. É verdade, é normal as ATM (ou seja as “caixas multibanco”) cobrarem taxas para levantar dinheiro. As ATM lá fora não são grátis! Fora de Portugal é muito frequente existir um custo das próprias máquinas para levantar dinheiro. Mais uma vez: isto não é cobrado pela Revolut, são as máquinas que cobram, seja qual for o cartão que uses (se quiseres, consulta este post no nosso grupo de Facebook que tem a explicação disto acontecer).

    Mais importante ainda, tens aqui o link para o “famoso” ficheiro com os “ATMs onde se pode levantar sem custos; consulta este ficheiro e faz “pesquisa no grupo” (vê a dica número 1 😉) pois podes encontrar posts com dicas de onde levantar dinheiro sem custos / custos reduzidos. Tens aqui ainda o link para a discussão no “Community Forum” da própria Revolut, onde os utilizadores também vão colocando este tipo de informação.

    Uma nota: não é possível fazer levantamentos usando cartões virtuais, nem através de Apple Pay ou Google Pay. A Revolut não suporta essa funcionalidade.

4 – Internet no telemóvel

  1. Se vais para algum lugar mais “exótico” ou onde não tenhas a certeza absoluta que vais ter internet no telemóvel, recomendamos que “desligues” nas definições de segurança do cartão físico a “segurança por localização”. Aproveita também para rever o resto das definições e activar/desactivar conforme se adequar melhor ao teu caso.
    Em resumo: se tens net, usas sem problemas. Se não tens net, o melhor é desligar a “segurança por localização” nas definições do cartão, para evitar “problemas” quando estiveres a usar o cartão.

5 – Saldo da conta

  1. Carrega a tua conta Revolut antes da viagem com “bastante” dinheiro. Mesmo que sobre algum, no final da viagem, devolves para a tua conta principal, através de transferência bancária, sem custos (vê como no ponto 6 do nosso “Tudo sobre Revolut”). E assim, não tens preocupações de nas férias andar a carregar a conta, pois ainda por cima, precisas de ter a certeza que podes receber os SMS do teu banco para fazer os carregamentos, o que por norma implica teres o teu cartão SIM habitual ligado (nota: receber SMS em roaming por norma não tem custos, informa-te junto da tua operadora).

6 – Cambios

  1. Não precisas de cambiar dinheiro antes da tua viagem, seja qual for o destino, ok? É possível (para algumas moedas), mas não é necessário! Aliás, muitas das moedas não estão disponíveis na aplicação para cambiar previamente, mas também não é necessário. Aliás, seja qual for a moeda que estiveres a pagar (diferente do euro), a Revolut faz a conversão de forma automática, pelo que não tens que te preocupar com cambiar moeda antes. Vê a nossa rapidinha # 3 e para mais informações o post sobre o câmbio da Revolut e quando é que pode compensar cambiar. E mesmo dentro da Europa, deves usar sempre o teu cartão Revolut.

7 – Levar outro cartão e dinheiro

  1. NUNCA se deve fiar num único meio de pagamento. Para além do cartão Revolut, leva sempre um outro cartão. E leva sempre algum dinheiro: cinquenta ou cem Euros ou Dólares, em todo o lado, são “ouro”, dá sempre para desenrascar numa urgência. E se ainda não tens um cartão físico da Revolut, porque não queres gastar uns euros nos portes de envio, pensa bem. Sim, é possível usar em muito lado o telemóvel para pagar com Google Pay / Apple Pay, mas nada bate a segurança de ter um cartão físico na mão.

Dia 8 – Comprar online

  1. Sempre que estiveres a fazer reservas de voos, alojamento, restaurantes, actividades, etc. e principalmente, se o estiveres a fazer em países onde a moeda não é Euro, utiliza o teu cartão Revolut. Podes poupar significativamente, tal como indicamos aqui, neste artigo que mostra como foi possível poupar quase 7% numa viagem comprada na Ryanair.

9 – Usar em voos ou cruzeiros

  1. Durante voos ou cruzeiros, usa o Google Pay ou Apple Pay para fazer pagamentos com o teu cartão Revolut. Explicação: há situações específicas em que podes ter dificuldade em pagar com o teu cartão Revolut, por exemplo, durante uma viagem de avião, num cruzeiro mas até no metro (aliás, pode acontecer com outros cartões, não só com Revolut). Isso deve-se ao facto de os terminais de pagamento usados nesses locais por norma não estarem “ligados à rede”, o que faz que eles armazenem temporariamente a informação dos pagamentos, e depois “descarregam” quando estão num local onde isso seja possível. Assim, por norma, esses terminais só aceitam cartões de crédito ou então, o Google Pay / Apple Pay. São chamadas de operações adiadas ou operações offline. Nota: isso pode também levar a que essa transacção só te apareça na conta Revolut passado algumas horas / dias, pelo que não te esqueças que deves sempre ter saldo suficiente para pagar essa despesa. Mais informação no site da Revolut aqui e aqui.

Precisas de ajuda com alguma coisa?

Finalmente, se tiveres algum problema durante a viagem, antes de mais verifica na app se tens alguma informação.

Depois, deves usar estas instruções para contactar o suporte OFICIAL que está disponível 24 horas por dia (mesmo que a app diga que está “offline”, é mentira 😉, basta colocar o idioma do telemóvel em Inglês).


Finalmente: já fazes parte do grupo Revolut Portugal (grupo)?

Assim, podes partilhar a tua experiência, tirar dúvidas, etc.

Portanto, convida e divulga pelos teus amigos, família e colegas! Diz-lhes como podem aderir à Revolut e obter o cartão Revolut!

Em suma: vamos fazer a comunidade Revolut crescer em Portugal!